Páginas

VERSO
VOZ

15.11.13

Cogito

névoa presença
trazidos por um mar cinza
todos os pensamentos de uma vida
aroma impossível

esse vento
não toca os olhos
(mas o peito)
e fragmento-me
de nunca ter
nunca havido
nunca vivido

é a viva reminiscência do que jamais
e que um dia nunca seria
e ainda
contudo
é